Valorize o Revisor de Textos

Valorize o Revisor de Textos

O que é a campanha “Valorize o revisor de Textos”

Após mais ou menos duas décadas como revisora e preparadora de textos, colecionei algumas centenas de solicitações de orçamento. E algumas características comuns a muitas delas são:

  • pressa em receber o serviço pronto;
  • falta de recursos financeiros para pagar pelo serviço;
  • solicitação de orçamento como em uma licitação para pagar pelo valor mais barato;
  • desconhecimento sobre a preparação e a revisão de textos.

É para ontem!

A pressa em fazer a revisão é um fator resultante do pouco valor dado a essa fase tão importante na escrita de um livro, capítulo, monografia etc. Ficamos sempre por último no processo e, portanto, é sempre para “ontem”.

Mas é só dar uma olhadinha!

Entramos na questão financeira. Sem dúvida, cobrar por esse serviço parece subjetivo. Mas nem tanto! Se pensarmos que o profissional do texto investiu anos na sua formação (graduação, pós, cursos de especialização e atualização); adquiriu ferramentas tecnológicas (wi-fi, notebook, pacote 4G)  para acesso rápido aos aplicativos; comprou dicionários e gramáticas (de papel e/ou on-line) etc…etc…etc…

Revisar não é só “dar uma olhadinha no texto.” Então não se pode negar que o custo de cada página revisada será condizente com uma série de outros tantos.

O barato sai caro!

E temos os casos licitatórios. Não pela qualidade da revisão. Mas pelo valor. Quem cobra menos leva o trabalho. Sem comentários, né? O barato sai caro!
Pelo amor…deixe meu texto legal

Nem sempre o cliente sabe bem o que deseja! Revisão ortográfica? Adequação às normas da ABNT? Cotejo com editais de publicação? Revisão gramatical? Coesão e coerência? Ou “Pelo amor…deixe meu texto legal.” 

O preparador de texto é o profissional que atua na primeira fase de edição de um livro. Esse trabalho confere ao texto adequação às normas gramaticais, fluência, coesão, coerência etc. Além disso, prepara o texto dentro dos padrões do projeto editorial.
O revisor entra na próxima etapa quando o texto do livro já está com jeito de “quase pronto”. Porém, todo cuidado é pouco! Além de checar a diagramação, o revisor deve ficar atento e apontar para aquilo que escapou aos olhos do preparador.
Alguns projetos editoriais usam os sinais de revisão para apontar o que deve ser corrigido. Por exemplo, cb (caixa baixa_aponta que se deve usar letra minúscula). E quem coordena esse processo e a intermediação com o autor do livro é o editor.

Valorize o profissional do texto.

REVISÃO NÃO É BICO.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.